Social Icons

Pages

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Exame Importante: Ultra-sonografia de Abdome Total

FLÁVIA ZIMMERMANN
editora do Exames da Mulher, do Universo Feminino

A Ultra-sonografia de Abdome Total é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações do fígado, da vesícula biliar, dos rins, do pâncreas, da bexiga, dos grandes vasos, do retroperitônio e, eventualmente, do trato gastrointestinal, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas.

É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais. Além do jejum - necessário porque evita que a vesícula biliar se esvazie e permite avaliar de forma adequada órgãos mais profundos - a repleção da bexiga também é essencial, pois desloca as alças intestinais e atua como uma janela para a transmissão das ondas ultra-sônicas, facilitando a visualização e avaliação dos órgãos e estruturas da região abdominal.



Opinião Médica

O Dr. Anderson Ferreira Nascimento, médico ginecologista e Obstetra, fala sobre o Ultra-sonografia de Abdome Total.

O Que é Ultra-Som?

O ultra-som é o som comum, com uma freqüência maior que a escala auditiva humana pode alcançar (mais alto), o que permite ser focalizado como um raio laser. Quando direcionado para o corpo por meio de uma sonda que desliza pela pele do paciente, o feixe sonoro é refletido nas interfaces das estruturas internas.

Os ecos que retornam são recebidos pela sonda e convertidos por um equipamento eletrônico em imagens dos tecidos e órgãos examinados, as quais são projetadas em uma tela de televisão e mudam continuamente. Assim se obtém uma imagem dinâmica do seu organismo, que pode ser registrada em filmes, papel, vídeo, disco magnético óptico, DVD ou computador.

As imagens do ultra-som diagnóstico são denominadas de ecografia ou ultra-sonografia. No exame abdominal o ultra-som produz imagens dos principais órgãos, o que inclui o fígado, vesícula biliar, ductos biliares, pâncreas, baço, rins, grandes vasos (aorta, veia cava inferior e veia porta, entre outros) e adrenais.

O que é o ultra-som doppler?

O ultra-som Doppler é uma forma especial do ultra-som que é utilizado para avaliação do fluxo sangüíneo dos vários órgãos do organismo e das principais artérias e veias, o que inclui o feto, a placenta e o cordão umbilical.

Por que eu devo fazer o exame de ultra-som de abdome?

Existem muitos motivos para se fazer o US de abdome. Entre as razões mais comuns podemos listar:

Pesquisar as causas de dor do abdome superior, o que inclui cálculos biliares, inflamações da vesícula biliar, do pâncreas, cálculos renais, aumento do fígado e trombose dos grandes vasos do intestino;

Pesquisar as causas de dor do abdome inferior, o que inclui a apendicite, as inflamações do intestino delgado e grosso (diverticulite, Doença de Crohn ), oclusões intestinais e rastreamento de hérnias;

Olhar as anormalidades que podem estar presentes nos órgãos abdominais, como tumores (benignos e malignos), aumento ou diminuição dos órgãos (vesícula biliar, fígado, baço, rins) e alterações da composição tecidual (aumento da fibrose no fígado, rins, infiltração de gordura nas vísceras ou ao redor delas);

Avaliar a natureza de uma massa que pode ter sido vista ou palpada no exame físico ou percebida em outros exames de imagem;

Avaliar a causa de icterícia, de enzimas hepáticas ou pancreáticas anormais;

Rastreamento dos órgãos abdominais sempre que algum exame laboratorial acuse alguma anormalidade que possa estar relacionada com eles;

Diagnóstico ou seguimento dos aumentos (aneurismas) da aorta abdominal e vasos ilíacos;

Avaliar os problemas do fluxo sanguíneo em vários órgãos abdominais, em especial o fígado e os rins, além das artérias e veias mais calibrosas (aorta, artéria mesentérica superior, artérias renais, veia porta, veia cava inferior).

Rastreamento de rotina para detecção precoce de tumores abdominas

Existe algum preparo especial para o exame de abdome?

O preparo recomendado se destina a reduzir a quantidade de gases presente na cavidade abdominal, evitar que a vesícula biliar se contraia e haja modificação do fluxo sanguíneo para os vasos da cavidade abdominal que forem examinados, o que inclui:

Jejum de no mínimo 8 horas;

Ingerir dieta leve, de preferência líquida, na véspera do exame;

Tomar um laxante leve na véspera do exame;

Tomar gotas de dimeticona na véspera, que auxiliam na eliminação dos gases;

Não mascar chicletes nem tomar bebidas gasosas na véspera;

Ingerir bastante água no dia anterior;

Após o exame você pode dirigir, comer e beber normalmente.

O exame dói?

Não existe nenhuma dor no exame de US do abdome. A sonda é colocada sobre a pele após a aplicação de um gel para permitir um contato melhor. O gel pode estar aquecido ou frio e pode grudar na roupa, motivo pelo qual costumamos solicitar ao paciente que troque sua roupa por uma fornecida no serviço.

A sala de exame geralmente está na penumbra para facilitar a visualização das imagens na tela da televisão.

Quanto tempo demora o exame?

O tempo de exame varia de acordo com a sua complexidade e com as razões específicas pelas quais foi solicitado (o médico pode ter solicitado investigações adicionais).

Quais são os efeitos e as limitações do exame?

O feixe de onda ultra-sonográfico é uma energia mecânica muito fraca que não causa nenhum efeito biológico, motivo pelo qual pode ser utilizado em qualquer pessoa, inclusive gestante.

Entretanto, a baixa energia da onda faz com que ela não consiga penetrar através dos ossos ou gases (não consegue examinar os pulmões ou o intestino, quando cheio de gases). No exame do abdome as costelas podem dificultar o exame, requerendo que ele seja realizado através dos espaços intercostais.

Também, devido à fragilidade do feixe ultra-sonográfico, à medida que ele penetra camadas e mais camadas dos tecidos, vai perdendo sua energia e a resolução da imagem vai se deteriorando progressivamente, motivo pelo qual a qualidade do exame em um paciente obeso é pior do que em um magro. A experiência do médico que executa o exame ultra-sonográfico e o tipo de equipamento utilizado também influenciam a qualidade do procedimento.

Serviço:
Dr. Anderson Ferreira Nascimento
Médico Ginecologista e Obstetra


Agradecimentos:
Dr. Anderson Ferreira Nascimento
Médico Ginecologista e Obstetra

3 comentários:

  1. doutor anderso meu nome é adriana gostaria de fazer umas perguntinhas....
    minha mãe foi fazer esse exame e já saiu o resulatdo.. bom o que é isso.



    O FIGADO APRESENTA CONTORNOS REGULARES VOLUME CONSERVADO E TEXTURA ACÚSTICA HABITUAL. O SISTEMA PORTA E AS VEIAS SUPRA- HEPÁTICAS TEM CALIBRES NORMAIS. O LOBO DIREITO MEDE 130,4 MM E O ESQUERDO 130,1 MM.

    A VESÍCULA BILIAR FOI VISUALIZADA, COM PAREDES FINAS E REGULARES E CONTEÚDO ANECÓICO.

    O COLÉDOCO TEM DIÂMETRO DE 04mm (NORMAL ATE 05mm) E NÃO FORAM DETECTADOS CÁLCULOS NO SEU TRAJETO. NÃO HÁ SINAIS DE DILATAÇÃO DA ARVORE BILIAR INTRA-HÉPÁTICA.

    O PÂNCREAS E O BAÇO POSSUEM CARACTERÍTICAS NORMAIS.

    O RIM DIREITO APRESENTA-SE EM TOPOGRAFIA HABITUAL,DIMENSÃO NORMAL,PARENQUIMA HOMOGÊNEO E CONTORNO REGULAR.NÃO HÁ SINAIS DE LILÍASES.

    O RIM ESQUERDO APRESENTA-SE EM TOPOGRAFIA HABITUAL,DIMENSÃO NORMAL PARÊNQUIMA HOMOGÊNEO, CONTORNO REGULAR, SEM SINAIS DE LITÍASES.

    AUSÊNCIA DE LIQUIDO LIVRE NA CAVIDADE,E DE MASSAS.

    CONCLUSÃO: ÓRGÃOS EXAMINADOS SEM EVIDENCIA DE ANORMALIDADES.

    BOM DOUTOR O QUE QUER DIZER TUDO ISSO?
    OBRIGADA PEA SU ATENÇÃO.

    ResponderExcluir
  2. fiz um exame,chamado tc abdome superior e pelve.gostaria de saber o que significa:grandes vasos do retroperitonio de calibre normal,observando-se calcificaçoes parientais aorto-iliacas?o qe quer dizer isto estou com hepatite c,genot.1..obrigada

    ResponderExcluir

Para Segurança de nossas leitoras todos os comentários serão supervisionados antes de serem publicados.

Tire suas dúvidas, comente, mostre sua opinião.